Operação
Integrantes da organização criminosa do bairro Vista Alegre também praticam assaltos e latrocínios (Reprodução/Google Street)

Presos são suspeitos de participar de organização criminosa que comanda o tráfico na região

A Polícia Civil prendeu 11 pessoas nessa quinta-feira (13) em Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, durante a 2ª etapa da Operação “In Memorian”, que investiga uma quadrilha do bairro Vista Alegre suspeita de comandar o tráfico na região.

De acordo com a polícia, entre os 11 presos, cinco fazem parte da quadrilha, que, além do tráfico, também pratica assaltos e latrocínios.

A Operação “In Memorian” teve início em abril deste ano, após o latrocínio (roubo seguido de morte) do agente penitenciário Wagner Eduardo. O principal objetivo é desarticular a organização criminosa responsável pelo crime.

Em agosto, foram presas outras 23 pessoas ligadas à quadrilha, que é liderada por Paulo Emílio, conhecido como “Rabugento”. Ele está preso há alguns meses por latrocínio e tentativa de latrocínio.

A  2ª etapa da Operação “In Memorian” foi feita em parceria com a Polícia Militar e  envolveu cerca de 40 policiais.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here